Depoimentos

Na época, morava com meu pai e meu irmão. Comecei fumando maconha e com o tempo usei todas as substâncias possíveis. Me identifiquei no crack e foi quando minha vida começou a se destruir, perdi tudo. Meu pai não tinha mais controle sobre mim. Me senti destruído, perdi o rumo e passei a viver só em função da droga. Todo dia, toda noite eu estava usando. Cada vez queria usar mais, a droga já não me satisfazia como antes. Foi quando decidi pedir ajuda. Nesse momento, minhas irmãs voltaram a se aproximar de mim. Foi quando conhecemos a Novo Horizonte e lá eu aprendi muito sobre a minha doença e, quando saí, passei a frequentar as reuniões da NA. Fui muito bem recebido e consegui me sentir importante para alguém. Achava que ia morrer usando e hoje venho apreendendo a me manter longe da droga, ainda preciso me vigiar, saber o que vou fazer. Evito algumas pessoas e lugares. Tudo o que é ruim para mim hoje eu evito. Procuro decidir tudo da maneira mais correta, calculo e tomo a atitude certa com responsabilidade. É difícil, eu sei. Cada dia eu faço a decisão de não usar. Eu tenho o desejo, eu tenho a vontade de ficar limpo. Com tudo isso aprendi a preservar a minha vida, a coisa mais importante que tenho hoje.

Carlos Santos
Jequié - BA

Clínica Novo Horizonte

Rua Brigadeiro Eduardo Gomes, 120
Ibicaraí - Bahia

 (73) 3242-2430
 (73) 99815-5715
 (73) 98213-0344
 contato@clinica-cnh.com.br

Assine nosso boletim informativo

Desenvolvido por Robson Ribeiro. © Copyright Clínica Novo Horizonte.
Todos os direitos reservados.